quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Corram, Corram ultimos assentos.

Sento.
No assento?
Não.Por enquanto to de pé.
Varando as madrugadas assistindo tv.
Assisto um pregador.
Mudo de canal, outro pregador.
E mais outros pregadores.
Prefiro sexhot!
Mesmo assim, sento e assisto um qualquer.
Aqueles que te faz pensar que bosta de vida que eu tenho.
Serio!
Fala das terras que surge maná e mel!
Se falasse seria até interessante.
Mas não!
Fala que você tem que ser prospero, que tem que ter uma casa nova, um iate, carros importados, motos, que espíritos do mal te acompanha por isso você não tem grana é bebum e nem tem familia.Você é merda!
Sabe porque?
PORQUE DEUS ou DIABO QUER ISSO PRA VOCÊ!
Caramba.Aonde deixei meu livre arbitrio?
E cada dia que eu vejo isso meu coração doe mais e percebo que estamos distanciando de nós mesmo, estamos vivendo essa vidinha estamos fugindo dá essência e ficando cada vez mais materialista e individualista.
Esse Criador pregado por essas criaturas, que querem tornar, alienar e suprimir suas vontades seus direitos tudo para você ser prospero e andar de carro zero, camisa social e biblia de baixo do braço.Pra que?
Será que é tão dificil para o humano estender a mão para outro sem esperar nada em troca?
Até quando?
As mesma mentiras,
Os mesmo golpes,
E os mesmo clichês.
Até quando vamos esperar?
E quando vamos começar a fazer?
Que seja um ANO NOVO.

Ps: (Não brigo contra o consumo brigo contra o apego das coisas)

11 comentários:

  1. infelizmente o mundo está ficando muito material mesmo

    ResponderExcluir
  2. Eu não acho que o mundo está muito materialista, acho que o mundo está muito moralista. Com base no misticismo nos insinam que é ruim ser rico (a burguesia fede), que a fé é mais importante (mas o Papa mora no Vaticano, um lugar bem humilde; o Pastor anda de Audi A8), ETC, ETC. Tudo isso é moral do fraco, se eu não tivesse aprendido a ler Nietzsche teria essas mesmas dúvidas que vc expos no texto.

    ResponderExcluir
  3. to contigo geninho, q seja um ano novo, mesmo. apesar do feriado não dizer nada, e de quase nenhuma regra de conduta/moral/institucional dizer nada além de consumo, não é. mesmo assim podemos aproveitar a deixa pra juntar mais gente ao coro dos descontentes, por um outro tipo de vida, mais próximo da vida, mesmo. hehe. bjus, kátia.

    ResponderExcluir
  4. Não é consumismo não, é falta de vergonha na cara.

    ResponderExcluir
  5. Retribuindo a visita!
    Para ser sincera, concordo com pouca coisa que você disse, porém a essência do teu pensamento não está de tudo equivocada.
    Religião virou comércio, praticamente tudo hj é assim. Se formos pensar por esse lado de certa forma "nós" mesmos somos os culpados, pq muitas vezes pregamos aquilo que não somos nem fazemos!
    O que mais vemos é pessoas falando que temos que ter consciência. Mas pera aê, ninguém (salvo poucos) fazem realmente algo para mudar isso!
    E as consequências... daria uma lista demasiada grande, por isso vou citar teus próprios exemplos: estamos perdendo nossos valores, nos tornando muito materialistas e sim, muito individualistas tbm!

    beijo.

    ResponderExcluir
  6. Bom, infelizmente o neopentecostalismo insiste com pregações sobre a prosperidade e deixam de lado o genuíno evangelho de Cristo, mas posso te dizer, meu caro, nem tudo está perdido! Procure saber a verdade sobre Jesus e vc verá o quão maravilhoso é o plano DEle para sua vida! Que Deus te abençoe e te dê um bom ano!

    ResponderExcluir
  7. Materialista, moralista... cada um adota sua verdade, mesmo não existindo uma verdade.

    ResponderExcluir
  8. Hellen, esse não é bem o espírito do blog.
    Deviamos aprender a arte do desapego.

    ResponderExcluir
  9. acho uma tremenda sacanagem este tipo de coisa... A maioria das pessoas vão para a igreja como ultimo recurso, ultima saida para os problemas da vida e chega uma pessoa tão impura desta maneira e abusa da necessidade do próximo... Acho isso o cúmulo!

    ResponderExcluir
  10. realmente percebemos pessoas que se apegam a cada motivo ou coisa futil para viver... mas temos que perceber que mtas pessoas precisam de um motivo para viver mesmo que futil...

    belas palavras do seu blog...
    gosto de blogs autênticos...
    parabéns

    oseas
    http://teptop.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Acho que a mídia está influenciando a sociedade. Infelizmente, nos dias de hoje, estão ligando religião às coisas materiais. Religião é muito mais que isso, é algo totalmente contrário à ganância. Como a Amanda disse, hoje a igreja é o último recurso para algumas pessoas. Alguns programas religiosos colocam a religião como "solução para seus problemas financeiros". É lamentável que isso aconteça. Religião é contato com Deus, algo para tirar forças para enfrentar as dificuldades da vida. Ter fé e acreditar é a razão de viver do ser humano, eu creio. Nunca é tarde para desejar, então, feliz ano novo!

    www.botecodohumor.blogspot.com

    ResponderExcluir